Aprenda a tocar um instrumento Musical !

Como escolher um bom Professor de violão

Embora seja possível aprender a tocar violão apenas assistindo aos diversos tutoriais do YouTube, contratar um bom professor particular fará uma enorme diferença, pois com o seu auxílio o aluno aprenderá mais rápido, evitará adquirir maus hábitos, além de aprender técnicas que tutorial nenhum seria capaz de ensinar.

Porém, nem todo professor é igual. Alguns sabem tocar violão com excelência, mas não têm a didática necessária para ensinar bem. Outros veem a profissão apenas como um meio para conseguir algum dinheiro. Mas, felizmente, também existem aqueles que entendem as necessidades do aluno e fazem o possível para que este alcance o seu objetivo.

Por esses motivos, hoje é possível encontrar muito cursos online que ensinam de forma didática a tocar violão, aqui mesmo no site você poderá encontrar algumas sugestões, mas  vale levar em conta que é necessário ter um ensino com um cronograma pensado e bem elaborado, muitos videos no youtube são postados de forma aleatória, o que só vai complicar o seu aprendizado.

Neste guia será explicado tudo o que você precisa saber antes de contratar um professor particular, para que contrate um professor de violão que realmente atenda às suas necessidades.

Mas, afinal, o que procurar em um professor de violão?

  • Um bom professor de violão é aquele que sabe ensinar. Ter habilidade com o instrumento, obviamente, também é importante, mas não mais importante que a habilidade em ensinar.
  • Que tenha paixão pelo ensino e estuda regularmente sobre os métodos e estratégias de ensino.
  • Que gosta e ouve as mesmas músicas que você.
  • Que seja especializado no estilo musical que você quer aprender. Não tente aprender todos os estilos de música.
  • Experiência (até certo ponto)
  • Uma personalidade que combine com a sua.

Se você encontrar um professor que atenda a todas essas características, é bem provável que você tenha encontrado o professor certo para você. Mas, e o que não é necessário procurar em um professor de violão?

  • Habilidades técnicas incríveis com o instrumento. Alguns professores tocam maravilhosamente bem, mas não sabem ensinar.
  • Testes de música, a não ser que você vá fazer um exame ou queira realmente estudar música.
  • Só experiência de músico e sem Experiência de ensino, pois nem toda experiência é igual ou edificante.

 

Como identificar um Professor de Violão ruim ?

Esses quesitos são frequentemente associados a um bom professor, mas de fato não são tão importantes assim. E quando um professor é ruim? Quais são os sinais?

  • Um professor de violão ruim garante que ele lhe dará as melhores lições de música. Mais que isso: ele garante que lhe ensinará qualquer estilo musical e todas as habilidades. Isso não é possível, pois ninguém é especialista em todos os estilos musicais.
  • Outro sinal preocupante é quando não há nenhuma informação sobre os valores cobrados no site do professor. Retenção de informações é comum em professores que não confiam no que estão a oferecer.
  • Um mau professor também exige que o aluno compre um pacote com muitas aulas assim que o contrato seja assinado. E sem reembolso caso o aluno deseje cancelar.
  • Muitos comentários negativos no Google. Às vezes uma crítica no Google é apenas resultado de um mal-entendido entre um aluno e professor, mas quando são muitos os comentários, bom ficar alerta.

É possível também que o aluno só venha a descobrir que um professor é ruim, ou que não se encaixa ao seu estilo, somente após começar a ter aulas com ele. Por isso é importante prestar atenção a estes sinais, e se o aluno notar que o professor se encaixa a um grande número deles, é aconselhável que ele procure trocar de professor.

  • Não tem habilidade com o instrumento que está ensinando.
  • Não demonstra interesse pelo aprendizado do aluno. Um bom professor demonstra entusiasmo pelas aulas e tem paixão em ensinar.
  • Parece despreparado ou perdido durante as aulas.
  • Tem dificuldade para explicar até mesmo as coisas mais simples.
  • Ensina apenas com base em um livro e não leva nada além do livro.
  • Não fornece um plano de prática claro.
  • Não funciona para os seus objetivos. Por isso que é importante que o aluno pergunte sempre qual o objetivo do que ele está aprendendo e em que aquilo vai ajudá-lo a alcançar o que ele almeja. E é dever do professor saber responder a essas perguntas. O trabalho do professor é ajudar o aluno a alcançar os seus objetivos específicos em relação ao violão. O que o aluno quer aprender? Quais estilos? O que é necessário para que aconteça o aprendizado? E é de muita importância que o aluno os tenha em mente, caso contrário, o professor contratado já falhou e será necessário encontrar outro.
  • Não usa o tempo da aula com sabedoria. Um bom professor sabe aproveitar cada segundo da aula ao máximo e não perde tempo com assuntos que não são relevantes.

tocar violão

Um bom professor de violão não pode ser julgado exclusivamente por suas habilidades técnicas ou por sua fama. Existem casos de músicos famosos, que conseguem tocar violão maravilhosamente bem, mas que não são bons professores porque não têm uma boa didática, ou são extremamente descompromissados com o aprendizado dos seus alunos. Resultado: os alunos que os contratam acabam perdendo tempo porque não conseguem aprender nada durante as aulas, além de, é claro, perder o dinheiro investido. Existem casos também de professores que não possuem habilidades técnicas com o violão, mas como já ensinam a tocar outros instrumentos, passam também a ensinar violão. Infelizmente histórias como essas não são incomuns.

O melhor professor é aquele que se encaixa às necessidades do aluno e não necessariamente aquele que possui mais diplomas. Diplomas são importantes, sim. Mas só quando o aluno tem interesse em estudar música de uma maneira mais formal. Um aluno que deseja apenas aprender a tocar as músicas da sua banda favorita não precisa de um professor com vários diplomas. É claro que um professor com um diploma de Licenciatura em Música terá um maior conhecimento técnico e conhecerá melhor as teorias, mas não é garantido que ele seja um bom professor. Diploma não é sinal de competência.

É necessário também que o professor seja honesto quanto aos seus pontos fortes e fracos. Fuja daquele professor que garante que consegue ensinar os mais diversos instrumentos musicais, os mais diversos estilos musicais e a qualquer aluno. Antes de fechar um contrato com um professor em potencial, é bom perguntar ao professor quais são as suas preferências na hora de ensinar, quais alunos não se encaixam com o seu método. Se ele responder com honestidade, ponto positivo. Agora, se ele der uma resposta vaga… é bom ligar o sinal de alerta. Converse com o professor sobre o estilo que você quer aprender e sobre as músicas que você gosta. Quando os gostos do professor e do aluno são semelhantes, as aulas ficarão mais interessantes e o professor saberá ajudar o aluno a se desenvolver naquele estilo específico.

 

Faça essas Perguntas antes de contratar o Professor

Antes de contratar um professor, é interessante que o aluno faça três perguntas. Elas são interessantes porque um professor de violão geralmente está preparado para responder aquelas perguntas padrão sobre experiência, títulos e etc. Perguntas como estas não são feitas geralmente e pegam os professores de surpresa. São elas:

  1. O que você sabe sobre [suas bandas favoritas]?
  2. Como você trabalha a si mesmo para melhorar como professor?
  3. Que tipo de aluno não é adequado para o seu estilo?

Avaliação das respostas

Novamente, é importante que o professor responda a essas perguntas com honestidade e não fique tentando dar respostas vagas ou se esquivar. Por exemplo, se um professor gosta realmente das bandas citadas na primeira pergunta, ele não falará apenas dos hits mais conhecidos, mas dará a sua opinião como músico. Também é possível que o professor responda que não conhece as bandas, ou que prefere um outro estilo musical..

A segunda pergunta já é um pouco mais complicada, pois muitos professores não pensam muito sobre suas habilidades de ensino, apenas com suas habilidades com o violão. A melhor resposta para ela é quando o professor responde que estuda sobre as novas teorias de ensino, assiste palestra de professores renomados sobre estratégias de ensino e aprendizagem, ou seja, busca se aperfeiçoar. Essa é uma pergunta muito importante a se fazer, pois ajuda a evitar professores medíocres. Um bom professor de violão reconhece que suas habilidades de ensino são muito importantes, busca conhecimento e não terá dificuldade em responder a essa pergunta de forma objetiva.

Sobre a terceira pergunta, é importante ter em mente que ninguém gosta de admitir suas fraquezas. Honestidade aqui é fundamental. Professor nenhum é capacitado a ensinar a qualquer tipo de aluno, então se um professor responder que consegue ensinar a qualquer um, é bom correr. Porém, se o professor responder que não ensina determinados estilos de música, e que, portanto, seria interessante que alguém interessado em aprender estes estilos procurasse outro professor, ponto para ele. Um professor que não é honesto o suficiente para admitir suas fraquezas, também não será o mais indicado para dar aulas com honestidade.

Conclusão

Como foi possível perceber neste guia, separar os bons dos maus professores de violão não é uma tarefa das mais fáceis. Mas com a ajuda das informações listadas será mais fácil encontra-lo. Boa sorte na procura e boas aulas!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Close Menu
error: Content is protected !!